2 de janeiro de 2010

"Entenda o que é Lingua Franca"

Lingua franca (sem acento no ‘i’) é uma expressão latina para língua de contato ou língua de relação resultante do contato e comunicação entre grupos ou membros de grupos linguisticamente distintos para o comércio internacional e outras interações mais extensas.

No Império Romano e no milênio seguinte a lingua franca foi o grego no oriente e o Latim no ocidente.

Posteriormente, uma lingua franca usada na região do Mar Mediterrâneo do século XIV (ou mesmo antes) até hoje era conhecida pelos marinheiros mediterrâneos, incluindo os portugueses.

O português serviu de lingua franca na África e Ásia nos séculos XV e XVI. Quando os portugueses começaram a explorar os mares da África, América, Ásia e Oceania, tentaram se comunicar com os nativos misturando uma versão da lingua franca influenciada pelo português com as línguas locais. Quando navios ingleses e franceses chegaram para competir com os portugueses, a tripulação tentou aprender esse “Português quebrado”. Através de sucessivas mudanças ao longo do tempo, a lingua franca, junto com o vocabulário português, foi substituída pela língua dos povos em questão.

O francês serviu de lingua franca em seguida, sendo a língua da diplomacia na Europa a partir do século XVII; ainda é a língua de trabalho de instituições internacionais, usada em documentos vários, desde passaportes até formulários do correio aéreo.

Na maior parte da Ásia, África e partes da Oceania e Europa o árabe foi lingua franca desde o século VII, sendo utilizado desde as Filipinas até o Senegal.

O alemão serviu de lingua franca em grande parte da Europa durante os séculos XIX e XX, especialmente em negócios.

O inglês é a lingua franca atual no mundo dos negócios internacionais no ocidente e na diplomacia.

Em outras regiões do mundo, outras línguas têm o papel de lingua franca : KiSwahili na África oriental, russo nas regiões da antiga União Soviética, Hindi (junto com o inglês) na Índia, Urdu no Paquistão (também junto com o inglês), malaio no sudeste asiático, Bislama nas ilhas do Pacífico, o árabe (falado por 1 bilhão de pessoas ao redor do mundo e muito utilizado ainda no comércio) e várias línguas crioulas em outros lugares e épocas.

O Chinês Mandarim também tem a função de prover uma língua falada comum entre os chineses que falam diversos dialetos ininteligíveis entre si.

O japonês é a lingua franca do Japão, usada no cotidiano e na tecnologia.

Os comentários estão fechados.